Sarah leva indireta de Ana Maria sobre covid e vê erro crucial com Juliette

UOL | São Paulo

A ex-BBB Sarah disse a Ana Maria Braga que errou e julgou Juliette, se arrependendo da decisão, se emocionou com Gil e apontou decepção com Rodolffo e Caio.

Ela foi a eliminada de ontem no paredão com 76,76% dos votos do público, após um embate com Juliette e Rodolffo. Hoje, foi a vez de tomar café no programa da Ana Maria Braga.

“Éramos um grupo muito unido. Mas se eu não tivesse feito o que fiz, não tinha sido verdadeira. Errei tentando acertar. Ele [Gil] acha que acabei saindo pelo voto dele no Rodolffo. Só queria abraçar esse menino e dizer calma. A única pessoa errada foi eu. Tô aqui torcendo por ele, dói muito ver ele sofrendo. Esse negócio da Juliette partiu de mim, não dele. Eu falava minhas opiniões para ele, depois nele passou pensar alguma coisa . Por uma opinião minha, posso ter prejudicado ele, me dói muito. Acho que eles dois vão se entender”

Indireta de ‘Namaria’?

A apresentadora começou alertando sobre a letalidade da pandemia de coronavírus, citando os dados do Brasil. Ela cobrou respeito ao isolamento e a internet viu uma alfinetada em Sarah.

“Se coloque na situação de alguém que chega pedindo socorro na porta de uma UPA e tem que esperar. Enquanto a vacina não vem para todos, é preciso que cada um tenha consciência e cuide de si”

A fala foi antes de anunciar Sarah como atração do café da manhã. Ao final do ‘Mais Você’, Sarah foi questionada por Ana sobre qual era seu posicionamento agora.

“A única coisa a fazer é: pedir desculpas. Desculpas para todas as vítimas, para as famílias. Quando entrei, as coisas estavam melhorando. As festas que fui eram todas regulamentadas. Não fui em festas que não eram aprovadas pelo governo ou algo assim, eram todas regulamentadas. Isso não tira o meu erro. Só posso pedir desculpas”

‘Julguei Juliette, tô destruída’

“Foi uma coisa que senti. Tudo que a gente falava, e não só eu, ela dava um jeito de rodear e puxar para ela. Não precisamos comparar tudo com o que aconteceu na nossa vida. Ela sempre dava um jeito de rodear e dar um exemplo dela. Pode ser um jeito dela e julguei errado. pode não ter sido sem maldade. Mas em um jogo a gente desconfia. Hoje eu tô destruída porque eu julguei ela e deveria desconfiar de outros. Teve momentos que ela e Gil estavam igual”

Mas a ex-BBB não se arrepende de ter pedido para Gil se afastar de Juliette.

“Não retiro o que disse, antes de deixar ela como opção de voto, ela deixou claro que ela votaria nela. Não tinha como não defender ele. Não tinha como doer.No dia que a Juliette veio falar comigo no quarto do líder, enumerei várias coisinhas que fizeram ela ser opção de voto. E ainda tinha mais coisas que eu não disse naquele dia porque esqueci. Não retiro o que disse. Naquele momento acreditava que era ruim ele estar perto dela. Ela tinha falado que votaria nele”

‘Tive momentos que amava ela, outros que tinha ranço. Hoje vejo que errei, pesei a mão como a Carla. Vou reavaliar tudo e repensar meus atos com ela. Continuo gostando dela, é uma menina maravilhosa. Mas desconfiei dela sim”

Traição a Rodolffo

“O momento que fui falar com Rodolffo, estava muito tensa. Eu buguei real. A gente saiu para falar com ele e o Gil até saiu. Não lembrava como tinha surgido isso da opção de voto. Nem sabia Sarah lembrou que Gil estava indeciso sobre quem indicar ao paredão após o episódio homofóbico de Rodolffo com a roupa de Fiuk. Ela alega que Gil decidiu o voto momentos antes da formação de domingo — no paredão que eliminou Carla Diaz. Na nossa conversa minha e do Gil eu consegui fazer ele não votar no Rodolffo. Depois tivemos uma conversa na dispensa, mais gente envolvida, ele decidiu votar no Rodolffo. Foi só naquele momento que ele mostrou para mim que decidiu ir no Rodolffo”

O segundo Bastião decepcionou

Sarah disse que esperava um momento em que ela e Rodolffo romperiam estrategicamente.

“O Rodolffo já tinha umas coisas. Durante o jogo eu percebi que ele não estava tanto comigo como eu estava com ele. Naquele ele se aproximou de mim. Naquele momento achei que era real, até porque eu gostava muito do Caio. Ter o Rodolffo era um complemento. E o Gil. Estava nas nuvens. O voto dele, não naquele momento, era em mim”

A tal pulseira branca

A sister se arrependeu de não escolher um aliado para votar na última formação, já que ela tinha o poder da pulseira branca.

“Se eu falasse para o Gil votar, iria parecer que era uma guerra com a Pocah. Não imaginava que tinha amigos lá que iam me apunhalar pelas costas. Como fui boba. A Camilla era neutra, então escolhi ela”

‘Pocah’ aproximação e olho aberto com Caio

Sobre os brothers, Sarah destacou a amizade recente com pouca e uma desconfiança com o “bom moço” Caio.

“Tivemos uma ‘rixazinha’ durante um tempo ali. Tivemos uma aproximação real sim. Tenho algumas dúvidas de todas as pessoas que saíram, tinha um pé atrás. Deixava uma pulga atrás da orelha. mas perdoei, senti que era real. Agora o Caio, sempre gostei dele de graça, mas no pouquinho tempo que sai, chegou informações sobre que eu tô enxergando ele de maneira diferente. Iludida ela que achava tudo flores. Não é tudo que imaginava”

Teve flerte com Rodolffo e Arthur?

“Eu falei as mesmas duas cantadas no Arthur minutos antes, ele disse para eu falar para o Rodolffo. Eu disse brincando com os dois. Eu tô solteira faz cinco anos, tinha muito homem lindo lá dentro. No começo, quando vi todo mundo, disse: quanta gente linda. Minha estratégia era não ficar com ninguém”

Arthur acabou se relacionando com Carla Diaz em um romance muito criticado. Mas, lá no começo, a casa poderia ter visto outros affairs.

“Arthur. Não vou mentir. Nas primeiras festa ali. Arthur é lindo, pode ter errado, eu dizia que tinha que fazer os VT de sunga mesmo. Sinto que ele foi um bananão, gosto muito dele”