MPAC consegue condenação de acusados de matar jovem

O Ministério Público do Estado do Acre (MPAC) obteve na última quinta-feira (27), perante o Tribunal do Júri, a condenação de Mário Gabriel de Oliveira Lima, José Francisco Lima de Souza e Márcio Albino de Oliveira, pela morte do jovem Natanael de Oliveira.

Após sustentação oral da promotora de Justiça Pauliane Mezabarba Sanches, o corpo de jurados condenou os acusados pelos crimes de homicídio qualificado, ocultação de cadável, participação em organização criminosa e corrupção de menores. As penas somadas chegam a 83 anos de prisão, em regime inicial fechado.

O crime ocorreu em abril de 2018 no município de Cruzeiro do Sul. De acordo com a denúncia do MPAC, os sentenciados, que acreditavam que a vítima seria integrante de uma organização criminosa rival, o que não procede, levaram Natanael para uma casa no bairro Aeroporto Velho, onde foi torturado, agredido e morto.

Após o crime, que foi filmado e divulgado posteriormente em redes sociais, os sentenciados enterraram o corpo da vítima, que foi encontrado após um dos sentenciados, Mário Gabriel Lima, ter se entregado à polícia e apontado o local.

Agência de Notícias do MPAC, com informações do site Juruá Online