Instituto de Mudanças Climáticas inicia CTM

A presidente do Instituto de Mudanças Climáticas e Regulação dos Serviços Ambientais (IMC), Joice Nobre, realizou nestas segunda e terça-feira, 22 e 23, uma série de agendas para dar início à Câmara Temática da Mulher (CTM), uma das principais instâncias de participação social da governança do Sistema de Incentivo aos Serviços Ambientais (Sisa).

Um dos princípios do Sisa é a transparência e a participação social na formulação e execução de suas ações. Esses princípios resultam na criação de instrumentos de participação social como a Comissão Estadual de Validação e Acompanhamento (Ceva) que faz parte desse sistema.

Joice Nobre explica que o Sisa é uma das principais políticas públicas ambientais do Acre para o desenvolvimento sustentável e valoração de produtos da floresta. Foi por meio dele que o Acre se tornou pioneiro na implementação de uma estratégia voltada para o desenvolvimento sustentável de baixas emissões de carbono, por meio do Programa ISA Caborno, um dos sete programas do Sisa.

“As ações do ISA Carbono são executadas com o apoio do Programa REDD Early Movers (REM), considerado o primeiro programa jurisdicional no mundo, financiado por meio do Banco de Desenvolvimento da Alemanha (KfW) e, nesta segunda fase, conta com a contrapartida do Reino Unido. Temos como missão prioritária reativar as instâncias de participação social para salvaguardar e legitimar as ações do programa. Por esse motivo, optei por começar pelo Vale do Juruá a identificar os grupos de mulheres para fazerem parte desse instrumento consultivo que é a Câmara Temática de Mulheres. Recebi essa missão prioritária de nosso governador Gladson Cameli e demos início as reuniões para alinhamento com as lideranças e entidades para que possamos garantir o pleno funcionamento desse importante espaço de diálogo dedicado, exclusivamente, as mulheres”, destacou presidente do IMC, Joice Nobre.

A gestora ressalta ainda que a CTM tem por objetivo fortalecer a inclusão social e a participação de mulheres e também representa o reconhecimento e a valorização da atuação de mulheres nas ações voltadas para o desenvolvimento sustentável do Acre.