Governador inaugura Memorial das Vítimas de Covid na vigência se situação de emergência por gripe

O governador Gladson Cameli inaugurou na noite de terça-feira o Memorial das Vítimas de Covid, no Lago do Amor, próximo ao INTO, unidade de referência no combate da pandemia. O ato teve a presença de poucas pessoas, a maioria parentes de vítimas da doença, por causa da situação de emergência decretada no estado, em razão da superlotação das unidades estaduais de saúde causada pelo surto de influenza, Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), além da identificação do vírus H3N2.

Em curto pronunciamento, o governador destacou as mortes pela doença e disse que o espaço será um local para lembrar que cada vida é importante e que seja um local para que as pessoas possam fazer suas reflexões. A obra traz o nome dos mais de 1.800 mortos e no obelisco luzes lembrarão cada uma das vítimas.

Emergência

Desde segunda-feira que o Acre acompanha outros 11 estados que decretaram emergência por causa do aumento dos casos de gripe e quadros clínicos agravados pela doença.

A Secretaria de Saúde registra superlotação por internações, com taxa superior a 120% na procura de pacientes. A coleta de dados das unidades estaduais de saúde apresentou aproximadamente treze mil atendimentos de casos suspeitos de Síndrome Gripal no período de 1º a 31 de dezembro de 2021.

Pelo decreto do governador, que tem prazo de validade de 90 dias, “fica autorizada a adoção de medidas administrativas urgentes que se mostrem necessárias à manutenção ou ao restabelecimento da capacidade de resposta do Poder Público para o enfrentamento da Situação de Emergência de que trata este decreto”.