Estado economizou R$ 219 milhões, ou 23,7% dos recursos próprios em licitações

Uma revelação surpreendente, que muda todo o entendimento sobre os gastos do governo do estado e contesta todas as acusações feitas à administração estadual. Foi o que revelaram o secretário de Planejamento, Ricardo Brandão e o subsecretário de licitações, Epitácio Neto.

Eles comprovam que, de um total de quase R$ 800 milhões licitados pelo estado, para obras e serviços cerca de R$ 219 milhões foram economizados. Isso foi possível por meio de estratégias de aprimoramento e eficiência no uso de recursos públicos.

Isso significa que o governo economizou 27,3% no peço de obras, compras e despesas da fonte 100, recursos próprios do estado, com menor custo e mais eficiência no controle da verba pública. Esses recursos foram usados em setores fundamentais, como saúde, educação e obras estruturantes, financiadas com verba própria, como a construção das pontes nos municípios de Xapuri e Sena Madureira, em fase final de licitação. Essa é uma conquista inédita no estado e mostra do cuidado com dinheiro público.

Secretário de Planejamento, coronel Ricardo Brandão: tecnologia

Do total de 817 processos licitatórios, 576 são de investimentos, aplicados em infraestrutura e desenvolvimento. Mais de 50% do que foi licitado está concluído, o que mostra que além da economia, se conseguiu eficiência e eficácia na gestão estadual encabeçada pelo governador Gladson Cameli.

Essas políticas de eficiência na ação pública foram responsáveis, também, pelo avanço do estado no ranking nacional de competitividade, como pode ser comprovado na avaliação dos investimentos nas áreas de meio ambiente e segurança pública. A Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Políticas Indígenas e a Secretaria de Estado de Produção e Agronegócio, movimentaram R$ 500 milhões, ou meio bilhão durante o período mais difícil da pandemia. Mesmo naquela época de incertezas, o estado não deixou em segundo plano a bandeira da sustentabilidade e a responsabilidade com suas ações e esse grande volume de recursos de operações de crédito ajudou a aquecer a economia.

Dessa forma, segundo o secretário Brandão, a gestão Cameli vem destravando o setor produtivo, e apostando em tecnologia e inovação. Isso tem possibilitado levar ações de cidadania a quem mais necessita, acreanos que vivem no meio da floresta amazônica, nos seringais, nas unidades de conservação, no campo, nas lavouras.

Já na área de Segurança Pública, comemora-se a diminuição dos índices de violência contra a vida. O governador Gladson Cameli colocou o Acre como a unidade federativa com melhor desempenho na área de Segurança Pública. O que comprova isso são os dados do relatório do Ranking de Competitividade dos Estados, que também demonstrou a eficiência da máquina pública, a sustentabilidade ambiental e inovação.

Essas informações contestam as acusações que assolam o governo e que afrontam o governador, exposto pela primeira vez, à sanha da oposição e de falsos aliados, que não se preocupam nem em checar a veracidade ou pertinência dos ataques, que não resistem ao simples direito do contraditório. Basta fazer dever de casa e comprovar outra e verdadeira situação, pois está claro que na gestão estadual, a transparência ganhou foco com seu modo de administrar.

Subsecretário de Licitação, Epitácio Neto, destaca lisura nos atos

“Governo não tem nenhum ato que contrarie a legislação”

Palavras do subsecretário de Licitação, Epitácio Neto:

”Não pode ter dúvida ética, de honestidade, de transparência. De forma que, com relação a isso, o governador pode ficar tranquilo, porque da licitação do governo Gladson Cameli, jamais virá intencionalmente nenhum ato que contrarie a legislação e o entendimento dos tribunais. Nenhuma decisão que ofenda o direito de quem tem direito e nenhuma decisão que passe a mão na cabeça de quem estar fugindo da regra.

Toda gestão está sujeita a falhas humanas. Qualquer administração pode sofrer fiscalização. Para isso, os poderes são harmônicos, os órgãos de controle atuam sem embaraços. As ouvidorias foram estruturadas. A própria subsecretaria de licitação tem plataformas de acesso livre as informações.

A garantia que se tem é que o plano de gestão do governador Gladson Cameli foi pensado para a população, as ações administrativas seguem um fluxo adequado e coerente com as normativas preconizadas na Constituição Federal. Com isso, não se pode deixar abalar por versões de conversas fantasiosas. Por fim, a Carta Magna é tão soberana que concede a todos o direito do contraditório e da ampla defesa”.