Embaixada alemã conhece projetos sustentáveis no Seringal Cachoeira

embaixadaalama

Em passagem pelo Acre, um grupo da Embaixada da Alemanha, liderado pelo embaixador, visitou o município de Xapuri, nesta sexta-feira, 15. Acompanhados pelos titulares da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema), Edegard de Deus, da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Florestal, da Indústria, do Comércio e dos Serviços Sustentáveis (Sedens), Fernando Lima, e do Instituto de Mudanças Climáticas e Regulação dos Serviços Ambientais do Acre (IMC), Magaly Medeiros, iniciaram a agenda com uma visita ao Seringal Cachoeira.

Durante a manhã os representantes da Embaixada puderam conhecer experiências como o Manejo Comunitário Florestal, madeireiro e não madeireiro, coleta da castanha, extração do látex e o projeto Florestas Plantadas.

A área visitada é pioneira em manejo florestal, considerada um símbolo do uso múltiplo da floresta. O extrativista e guia do seringal, Nilson Mendes, explicou aos visitantes como se dá cada atividade e de que forma a política ambiental, implantada pelo governo, tem mudado a vida da comunidade. “Antigamente o seringueiro era tratado como um marginal. Nós não conseguíamos juntar mil reais. Hoje, com a parceria com o governo, e com o apoio da cooperação alemã, gente pode respeitar a nossa floresta e desenvolver produtos de alta qualidade”, disse.

A comunidade do Projeto de Assentamento Agroextrativista (PAE) Chico Mendes foi a primeira da Amazônia a receber a certificação florestal, um fator determinante para o avanço da política de desenvolvimento sustentável no estado.

Para Edegard de Deus, a área é um dos grandes exemplos de que é possível gerar renda para as populações tradicionais e manter a floresta de pé. “Aqui nessa área, os produtores exercem atividades relacionadas à madeira, à castanha, à borracha e, além disso, contam com os roçados sustentáveis. Incentivando o trabalho deles, o governo consegue garantir a renda das famílias e a proteção das florestas”, ressaltou.

Dirk Brengelmann afirmou estar positivamente impressionado com os resultados que o Acre tem alcançado por meio dos projetos de desenvolvimento sustentável, em sua maioria apoiados pela cooperação alemã. “Eu aprendi muito aqui e estou surpreso com tudo o que vi. Já tinha boas notícias do Acre, só não tinha a dimensão de tudo. Para nós o Acre já é uma prioridade e, sendo assim, continuaremos a tratar este estado com carinho especial”, garantiu o embaixador.