Em dezembro, custo da cesta básica representou 45,8% do salário mínimo no Acre

O governo do Estado do Acre, por meio da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag), finalizou a pesquisa dos custos das cestas básicas de alimentação, limpeza doméstica e higiene pessoal em Rio Branco, iniciada na primeira quinzena do mês de dezembro de 2021. A pesquisa também incluiu o cálculo das horas de trabalho necessárias para um trabalhador assalariado adquiri-las e o gasto de uma família padrão.

Para o cálculo do tempo de trabalho necessário para a aquisição da cesta básica, considerou-se um trabalhador assalariado, com carga horária de 220 horas/mês e remuneração mensal de um salário mínimo em 2021 (R$ 1.100,00). Já a família padrão considerada é composta por dois adultos e três crianças, pressupondo que uma criança consome a metade da provisão de um adulto.

Interrompida em 2018, a pesquisa era realizada em 71 estabelecimentos comerciais de Rio Branco naquele ano. Em 2021, a meta estipulada era de alcançar 50 estabelecimentos, sendo que ao final da pesquisa foi possível coletar os dados em 68 estabelecimentos, compostos por mercados varejistas de grande, médio e pequeno porte, açougues e panificadoras, distribuídos em 38 bairros da capital.

O custo total da cesta básica alimentar para um indivíduo foi de R$ 422,40, sendo o tomate (16,3%), a carne (13,27%) e o pão (12,63%) os três produtos de maior peso entre os quatorze que compõem a cesta alimentar, conforme tabela abaixo. O número de horas de trabalho necessário para um trabalhador adquirir os produtos da cesta básica alimentar foi de aproximadamente 84 horas e 28 minutos.

Já o custo total da cesta básica de limpeza doméstica foi de R$ 60,50, tendo como produtos de maior peso, entre os nove que compõem a cesta, inseticidas (21%), sabão em barra (19,24%), vassoura piaçava (16,53%) e cera para assoalho (16%). O tempo de trabalho necessário para um trabalhador adquirir uma cesta básica de limpeza doméstica foi de aproximadamente 12 horas e 6 minutos. Veja na tabela abaixo.

A cesta básica de higiene pessoal para um indivíduo teve um custo total de R$ 20,80, sendo o sabonete (22,17%), o barbeador descartável (21,71%) e o absorvente (20,14%) os três produtos de maior peso entre os cinco que compõem a cesta, conforme tabela a seguir. A quantidade de horas de trabalho necessário para um trabalhador adquirir uma cesta básica de higiene pessoal foi de aproximadamente 4 horas e 9 minutos.

Considerando os dados apresentados, a participação do valor das três cestas básicas (alimentar, limpeza doméstica e higiene pessoal) no rendimento de um indivíduo que recebia em dezembro de 2021 um salário mínimo de R$ 1.100,00 foi de aproximadamente 45,8%.