Decreto convoca todos servidores da Saúde para conter pandemia

Cezar Negeriros

A explosão de casos de covid-19 nos pacientes que procuraram as unidades de atenção básica da Secretaria Municipal de Saúde de Rio Branco (Semsa), levou o prefeito Tião Bocalom baixar um decreto suspendendo as férias, licença-prêmio e folgas de todos os servidores municipais de Saúde, para ajudarem no atendimento da população rio-branquense. Os médicos da rede municipal que tinham aderido ao movimento grevista encabeçado pelo Sindicato dos Médicos do Acre (Sindmed-AC), foram convocados por força de lei de retornar ao local de trabalho, para ajudar no combate da propagação da covid-19 após a chegada da terceira onda na capital acreana.

“Estamos tomando providências para aquisição de mais testes rápidos, porque o estoque que temos não é suficiente para atender toda população riobranquese”, declarou a secretária municipal de Saúde Sheila Andrade, em entrevista coletiva concedida a imprensa local.

Dos 300 testes rápido (swab) realizados no dia de ontem na Policlínica Barral/Barral revelou que 30 pacientes estavam com covid-19, enquanto no dia anterior dos 200 casos testes rápidos, pelo menos 10% deu positivo, mas os pacientes foram encaminhados para acompanhamento médico na Urap Maria Barroso (no bairro da Sobral).

Prefeito Tião Bocalom convoca servidores por meio de decreto

A gestora contou que o prefeito Tião Bocalom se reuniu com o promotor Glauco e com a governadora em exercício Waldirene Cordeiro, para tratar das medidas coeltivas que serão adotadas para conter a propagação da covid-19. Destacou que desde a semana passada a Semsa tem registrado um aumento significativo de casos com sorologia positiva.

Diante da procura do teste rápido nas unidades de atenção básica, a orientação da Semsa que apenas os pacientes que chegam com os sintomas clássicos da covid-19, sejam submetidos ao teste rápido de swab. Questionado pela imprensa, ela admitiu que não estavam preparados para a chegada desta terceira onda, pois o estoque que disponibilizam para teste rápido dar apenas para atender os pacientes acometidos pela virose. “Estamos destinado a URAP Claudia Vitorino para atender os casos de covid-19 e Síndrome Gripal (SG)”, declarou Sheila Andrade.

Esclareceu ainda, que as unidades Maria Barroso e Cláudia Vitorino atenderá especificamente os pacientes acometidos da influenza e do covid-19. Observou que existe muitos casos de gripe e covid-19 mascarados, mas o teste rápido pode dar o diagnóstico preciso da causa da enfermidade de cada paciente que busca atendimento na rede pública.

Pedido de apoio do MPAC

O prefeito Tião Bocalom convidou o Promotor de Justiça Gláucio Ney Shiroma Oshiro, do Ministério Público do Acre (MPAC), para acompanhar ações que serão adotadas no combate a pandemia e ao surto de gripe influenza. Após a reunião com os assessores palacianos, a gestão municipal tomou as seguintes medidas de combate e prevenção da covid-19 na capital acreana: suspensão das férias, licençaprêmio e folgas de todos os servidores da Saúde, convocatória dos 18 médicos grevistas, intensificar as consultas de covid-19 pelo atendimento no Telessaúde, que garante ao usuário consulta médica e até marcação de exames por chamadas telefônicas com voz e vídeo ou, ainda, por meio do chat on-line gratuito.

Agora, o atendimento pode ser feito pelo fone (68) 3216-2400, de segunda a sexta-feira, no horário das 7h às 18h, inclusive nos fins de semana e feriados, no horário das 8h às 17h, ou por chat nas redes sociais da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) nesses mesmos horários.

Determinação

Decreto determinou as seguintes medidas: Art. 10 Ficam suspensas todas as licenças ou afastamento legais em gozo dos profissionais de saúde ou daqueles que desempenham funções essenciais em virtude da decretação do Estado de Emergência no âmbito do Município de Rio Branco.

  • Deverão ser sobrestados pelo prazo definido neste Decreto todos os processos de licença, afastamento e cessão, cuja tramitação não tenha se concluído.
  • Ficam interrompidas novas autorizações para concessão de licenças em geral, afastamentos, férias dos servidores classificados no caput do art. 10 deste decreto.

Art. 20 Fica determinado o retorno imediato às atividades de 100% dos servidores classificados no caput do art. 10 desde decreto para atendimento à população do Município de Rio Branco ao combate e enfrentamento da Síndrome Gripal causada pelo Vírus SARS-CoV-2 (COVID-19) e Vírus da Influenza.

Os profissionais de saúde devem se apresentar no prazo de 72 horas nas unidades de sua lotação funcional ou na Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), nos casos de dúvidas acerca de sua lotação, bem como, do local a ser designado para prestação de serviços.

Art. 30 As determinações deste decreto ficarão vigentes enquanto perdurar o Estado de Emergência estabelecido no Decreto nº 20 de 10 de janeiro de 2022.