Das 4 lavanderias construídas em Rio Branco, apenas duas estão funcionando e de forma precária

Das 4 lavandeiras que foram construídas em Rio Branco para ajudar famílias carentes a conseguir renda, apenas duas estão funcionando e mesmo assim de forma precária. Maquinas para lavar e secar roupa que custaram quase R$ 100 mil estão paradas e abandonadas, e as mais de 20 mulheres que trabalhavam nessas lavanderias precisam comprar as próprias máquinas de lavar para poder trabalhar. 

A denúncia foi levada à câmara de vereadores pelo vereador Arnaldo Barros – podemos, que pede a prefeitura que recupere os equipamentos e também os prédios para que essas lavanderias também não fiquem fechadas tirando a renda (a –única) de muitas famílias. “É um absurdo uma situação como essa. Tínhamos 4 lavanderias que ajudavam as famílias carentes, duas já fecharam as portas e agora as outras duas estão no mesmo caminho. Já pedi a prefeitura que tome providências”, indagou.

Uma das lavanderias fica no bairro Cidade Nova, no segundo distrito da capital. Logo na frente do prédio dá para perceber o descaso. As paredes estão sujas com e com várias rachaduras. O prédio está em ruínas, com o teto desabando e rede de energia em pane. Mesmo com todos esses riscos 14 mulheres trabalham diariamente no local.

A limpeza do local e a manutenção ficam sob a responsabilidade ou o bolso das mulheres. A caixa d’água só enche até a metade porque está rachada.

Outra lavanderia que está na mesma situação fica no bairro Novo Horizonte. Bo parte das telhas está quebrada e o prédio está cheio de goteiras.

Nas duas lavanderias comunitárias as lavadoras instaladas pela prefeitura, onde cada uma custou em média R$ 25 mil não estão funcionando. As secadoras modernas também estão paradas. Elas custaram quase R$ 40 mil.

Sem esses equipamentos tão importantes as mulheres que trabalham nas lavanderias precisam comprar as máquinas, tanquinhos centrifugas e ferros de passar.

Sem as secadoras elas trabalham no sol estendendo as roupas e ainda precisam ficar vigiando para não serem surpreendidas pelas chuvas.

Quando chove ou precisa deixar a roupa secando a noite, as lavadeiras improvisam usando cabos de vassoura em aberturas de ficam na parede pela parte interna.

A prefeitura informou que já fez o encaminhamento para as licitações do conserto dos equipamentos assim como a reforma dos prédios.