Coluna Bom Dia

Com Dória

O PSDB acreano foi a São Paulo declarar apoio ao governador João Dória na disputa interna do partido para a definição do candidato a presidente. Estiveram na delegação o presidente da executiva estadual, Correinha, os deputados estaduais Luiz Gonzaga e Cadmiel Bomfim, o vereador de Rio Branco, Ismael Machado, Márcio da Farinha, o ex-reitor da UFAC e candidato derrotado à prefeitura Minoru Kinpara e sua esposa Degmar Kinpara e o vice-prefeito de Porto Walter, Guarsônio Melo. O partido mostrou unidade no apoio ao governador de São Paulo que vai disputar prévias com o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite.

Reforço

O PSDB deve receber um apoio histórico, de peso na política acreana: o ex-deputado constituinte Osmir Lima, que entregou carta de desfiliação ao PSD. Osmir sai magoado do partido, que não lhe deu espaço e reconhecimento. Um nome presente na política acreana desde o movimento autonomista, com presença marcante na constituinte, na história política do Juruá e do Estado. Que merece respeito.

Prioridades

O governo do Estado definiu em documento os projetos prioritários para os quais os deputados federais e senadores podem dirigir suas emendas individuais e de bancada para o próximo ano. Quis se adiantar para garantir parcela maior de recursos a serem enviados ao Acre. Mas vai enfrentar uma situação difícil.

Eleição

Em ano de eleições, especialmente nas emendas individuais, os parlamentares vão buscar atender suas bases, os prefeitos que os apoiarão, seus redutos eleitorais, o que deve garantir um bom pedaço das emendas para os municípios. O que pode equilibrar o jogo é o temor de fazer desfeita ao governador, muito forte no caminho de sua reeleição.

Prestígio

A secretária Socorro Neri não faz como alguns ocupantes de cargos de confiança que fogem léguas dos deputados, que evitam receber parlamentares. Ao contrário, o gabinete da secretária está aberto para o diálogo com os representantes eleitos do povo. Prova disso é que só nesse começo de semana ela recebeu os deputados Vagner Felipe e André Vale, separadamente, que saíram da reunião rasgando elogios à secretária.

Agenda

Depois, Socorro Neri recebeu representantes do Polo Moveleiro, debatendo a participação dos empresários locais na renovação do mobiliário escolar. E ainda visitou a Escola Estadual Henrique Lima, no bairro Calafate, em Rio Branco, que iniciou seu processo de retomada das aulas no dia 4 de outubro. A secretária postou em suas redes foto da merenda escolar farta e de qualidade, com carne de frango, para calar os críticos. À tarde, ainda recebeu o empresário Fernando Zamora.

Acolhida

A acolhida que a secretária encontra ao visitar as escolas mostra o respeito e a satisfação de gestores e professores com o trabalho que vem sendo executado. Acabou a fase em que havia um conflito permanente, ainda que escamoteado entre a SEE e os profissionais da Educação. Agora, o clima é de interação e de pleno diálogo.

Estudantes

Em suas redes sociais, a secretária Socorro Neri postou todo o protocolo para a recepção dos estudantes na chegada à escola e as medidas de distanciamento em salas e na hora das refeições. Tudo como manda o manual.

Indicação do Papa

O engenheiro florestal Virgílio Viana, que trabalhou no Acre e conhece o Estado como a palma da mão, é o primeiro brasileiro a ser escolhido pessoalmente pelo papa Francisco para a Pontifícia Academia das Ciências Sociais, com sede no Vaticano. Ele vai coordenar os interesses e as propostas da Igreja Católica para a COP 2021, que acontece em novembro, em Glasgow, na Escócia, considerada uma das últimas oportunidades para reverter a questão climática internacional e, especialmente, para salvar o que resta da Amazônia.

Competência

Virgílio Viana tem o que mostrar. Além de uma carreira docente internacional, com formação em Harvard, entre outras universidades de ponta, como secretário do Meio Ambiente do Amazonas, cargo que ocupou por seis anos, conseguiu reduzir o desmatamento no Estado em 60%, criando também mais de 3 mil km de áreas protegidas. Com isso, esse mineiro ganhou o título de cidadão daquele Estado e reconhecimento internacional. Ele desenvolveu e assessorou vários projetos no Acre.

Ambiente

O governador Gladson Cameli participa do Fórum Mundial de Bioeconomia, que ocorre até o próximo dia 20 de outubro em Belém (PA), primeira vez o evento, que antecede a Conferência das Nações Unidas sobre as Mudanças Climáticas (COP 21), é realizado fora da Europa. E Gladson deu o recado com o exemplo do Acre.

Sustentável

Já na cerimônia de abertura, ontem, o governador afirmou que o Acre possui 88% de sua cobertura vegetal intacta e é um dos Estados da Amazônia brasileira referência mundial na preservação do meio ambiente. E defendeu, como vem propondo no Estado, um modelo de agronegócio sustentável, que concilie geração de riqueza com a proteção das florestas.

Saerb

Pollyana Souza, em carta enviada aos servidores, no final de semana, anunciou que não é mais diretora-presidente do Saerb. A versão dela é que pediu para sair, embora já fosse alvo de pesadas críticas de setores da prefeitura que creditam a ela a suposta morosidade para a reversão do serviço de água. Ao contrário da personagem da história infantil da qual herdou o nome, famosa pelo eterno otimismo mesmo diante das piores situações, a agora ex-presidente não aguentou a falta de organização, de metas e de planejamento da prefeitura, que mostra não ter a mínima condição de assumir a gestão do abastecimento.

Caos

O caos na gestão do Saerb e de toda a proposta de municipalização foi realçada pelo presidente do Sindicato dos Urbanitários Marcelo Jucá, que acusa a prefeitura de Rio Branco de falta de transparência e planejamento no programa de reversão do sistema de abastecimento de Rio Branco. Segundo ele, o prefeito Tião Bocalom estaria instaurando o caos no setor para buscar a privatização.

Ônibus

O prefeito Bocalom assinou decreto abaixando a tarifa de ônibus para R$ 3,50 depois de repassar R$ 2,4 milhões às empresas. E declarou que seu interesse é que a prefeitura assuma a gestão do setor em pouco tempo, admitindo que o atual modelo não tem mais jeito de ser consertado. Como sempre, faz projetos megalomaníacos, de implantação de ônibus elétricos na Capital. Talvez Rio Branco possa regredir à época de bondes puxados por animais. É uma possibilidade…

Vez dele

Chegou a vez do presidente da Câmara municipal viajar com diárias pagas pelo contribuinte. Ele vai a Campo Grande participar do Conselho Nacional do Poder Legislativo das Capitais, CONALEC. Para que vai servir ninguém sabe, mas renderá 2 e meia diárias.

Julgamento

Vinte e cinco anos depois do crime hediondo da morte de Agilson Firmino, o “Baiano” a motosserra, o último réu será julgado. Trata-se do ex-comandante da PM da época em que o esquadrão da morte agia no Acre e hoje abnegado pastor Aureliano Pascoal. Ele recentemente esteve mal. Acometido de covid, mas se recuperou e enfrenta o escrutínio dos jurados.

Prognóstico

É pouco provável que haja um veredito de culpado e outros réus foram absolvidos. O ex-deputado Hildebrando Pascoal foi condenado a 18 anos por esse crime e já pagou a pena em regi-me fechado. Serve o julgamento para lembrar a barbárie.

Notícias relacionados