Bolsonaro diz querer a verdade sobre o caso Marielle

O presidente comentou nesta terça-feira (12) a operação da Polícia Civil do Rio de Janeiro que prendeu um PM e outro ex-policial militar suspeitos do assassinato da vereadora Marielle Franco em 2018.

Foto: FABIO MOTTA /ESTADAO

“Espero que realmente a apuração tenha chegado de fato a quem foram os executores, se é que foram eles, e a quem mandou matar”, disse.

Bolsonaro não respondeu quando foi questionado se teria se sentido surpreso com envolvimento de ex-policiais.

O presidente disse ainda que é possível ter havido um mandante da morte da vereadora. “Eu conheci a Marielle depois de que ela foi assassinada, não conhecia ela apesar de ela ser vereadora lá no Rio de Janeiro.”

Ele disse ainda estar interessado que seja descoberto quem foi o responsável pela tentativa de assassinato da qual foi vítima durante a campanha.

Após ser questionado sobre a existência de uma foto sua ao lado de um dos ex-policiais preso nesta terça. “Eu tenho foto com milhares de policiais civis e militares, com milhares, do Brasil todo.”