Acusados de matar garota de programa e jogar o corpo em uma cisterna participam de audiência

Acusados de matar garota de programa e jogar o corpo em uma cisterna participam de audiência de instrução na Vara do Tribunal do Júri e podem responder pelo crime de feminicídio e ocultação de cadáver.

Um dos acusados, Rodrigo Duarte Gomes era namorado da vítima, Rosiane Martins Cavalcante de 26 anos, e segundo o Ministério Público, mesmo sabendo da condição da namorada, não aceitava o fato de ela ficar com outros homens.

No dia 4 de setembro do ano passado, Rodrigo, usando um fio elétrico estrangulou Rosiane. Em seguida jogou o corpo em uma cisterna que fica no fundo do quintal da casa dela.

De acordo com o Promotor de Justiça Carlos Pescador, Rodrigo Duarte, não cometeu o crime sozinho. Ele teria recebido ajuda de Anderson Oliveira Silva. “Os dois estavam na casa da vítima quando houve o homicídio. Conversas em watssap, anexadas ao material probatório, mostram Anderson falando a Rodrigo que ele estava sendo traído”, comentou.

No dia 3 de agosto do ano passado Rosiane Martins Cavalcante, fez sua última atualização no perfil do facebook. Na rede social usava o nome de Vitória Ramos e assim também era conhecida por seus clientes.

A jovem de 26 anos passou a se relacionar com Rodrigo Duarte Gomes, mesmo sabendo que ele foragido do presídio Francisco de Oliveira Conde.

Nessa quarta-feira a juíza da primeira vara do tribunal do Júri, ouviu as testemunhas e os acusados pelo crime. Era a audiência de instrução, que vai decidir se a dupla vai virar réu no processo.