Acre registra 3ª onda da pandemia de coronavírus

Com a chegada da 3ª onda da pandemia no estado, o governador Gladson Cameli baixar um novo decreto emergencial para conter a propagação da nova variante ômicron. Nos últimos sete dias, foram registrados cinco óbitos de covid-19, cerca de 24 internações nas Unidades de Tratamento Intensivo (UTI’s) e 75 internações nas enfermarias das unidades de referência ao tratamento da covid-19. “As recomendações são as mesmas de sempre: vacinação, o uso da máscara de proteção, evitar aglomerações e lavar as mãos constantemente ao espirrar ou tossir”, esclareceu Gabriel Mesquita, chefe do Departamento de Vigilância em Saúde (DVS).

Para o médico biologista Andreas Stocker, ligado ao Centro de Infectologia Charles Mérieux da Bahia, a nova variante ômicron é altamente contagiosa e associado a gripe influênza H3N2 pode ser fatal. Destacou que o paciente pode ser infectado pela Delta que já circula no estado e pela ômicron ao mesmo tempo. “O exame laboratorial pode ajudar no diagnóstico precoce”, observou.

Dr. Andreas explicou que um genoma pode se infectado por uma variante, enquanto outro genoma por outra variante predominante no estado. Manifestou ceticismo com o surgimento desta nova variante “deltacron”, que tenha infectado pelo menos 25 pessoas no Chipre. A nova cepa do coronavírus, que assimila as características da Delta e da Ômicron, foi relatada recentemente, pelo professor da Universidade do Chipre e chefe do Laboratório de Biotecnologia e Virologia Molecular, Leondios Kostrikis. “O único caso desta natureza que tenho conhecimento ocorreu durante uma contaminação de amostras num laboratório francês”, ponderou o conceituado médico alemão, que acompanhanou as duas ondas da pandemia no Acre.

A Secretaria Estadual de Saúde (Sesacre) publicou na edição extra do Diário Oficial do Estado (DOE), o decreto n°10.968, que declara situação de emergência na saúde pública em razão da superlotação das unidades estaduais, causada pelo surto de síndrome gripal e síndrome respiratória aguda grave (Srag) por 90 dias. Esta medida levou em conta o Boletim InfoGripe da Fiocruz, que apontou uma tendência de alta no número de casos de síndrome respiratória aguda grave no estado.

Um levantamento das coletas de dados das unidades estaduais de saúde revelaram que 13 mil atendimentos de casos suspeitos de síndrome gripal no mês passado, o que ocasionou num aumento exponencial da procura das unidades de saúde. Também considerada a superlotação por internações referentes à síndrome gripal em todo o estado, com aumento na taxa de internação chegando em torno de 120%.

COMUNICADO

A Diretoria do Foro da Comarca de Rio Branco comunica que, devido a um caso de Covid-19 confirmado em um familiar dos membros da equipe de Atermação dos Juizados Especiais Cíveis, foi necessário suspender os atendimentos presenciais para cumprir com o protocolo de segurança e evitar a proliferação do vírus entre o público interno e os usuários da Justiça.

O Poder Judiciário do Acre colabora com as autoridades sanitárias e de saúde no combate a pandemia. Mesmo com os atendimentos presenciais suspensos, a Diretoria do Foro garante que os atendimentos continuam de forma remota podendo o usuário da Justiça encontrar os contatos no site do TJAC, no endereço www.tjac.jus.br.

A Diretoria do Foro se reunirá com a Presidência do TJAC para decisão de novas medidas.

Diretoria do Foro da Comarca de Rio Branco